CINQUENTA ANOS

Há quarenta anos, vivo imaginando o viver. Ainda não construi a imagem ideal, creio que em mais quarenta anos ainda não terei conseguido.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Si

“SI”
Letra e Música: Carla Marzagão
Arranjo: Zeca do Trombone

Quisiera yo llorar el “si” perdido
Si yo pudiéra...haria un otro ayer
Pero el tiempo no es nuestro amigo
Ni él hará el primer “si” volver
“Si”, una duda en el pasado
mañana es que puede decir
Todo lo que hemos traicionado
Todo que se fue sin existir
Todo vuelve al “si”
Como un momento de dolor
Pérdida, pues rompimos al vivir
Todo vuelve a’ l “si”
Como un momento de dolor
Angustia, pues tenemos que morir


http://www.youtube.com/watch?v=sUcNOa0NSN0

Infortúnio

Segurando o seu recém-nascido todo enrolado numa manta suja, a mulher caminhou até a lata de lixo mais próxima, por várias vezes estendeu o pequeno fardo sem conseguir jogá-lo.
Muitos e muitos anos depois, a mesma mulher foi conduzida pelo único filho para um asilo de velhos.