CINQUENTA ANOS

Há quarenta anos, vivo imaginando o viver. Ainda não construi a imagem ideal, creio que em mais quarenta anos ainda não terei conseguido.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

TUITADAS (1)

Seria a perpetuação no poder uma característica genérica da cultura mundial? Ou apenas mediocridade singular?

Dizem que a Constituição Federal consagrou o voto obrigatório para o povo aprender a votar, consolidando a prática democrática, tem 20 anos que só estamos aprendendo...prendendo, ah perdendo, rendendo...

Não precisamos mais de voto obrigatório, não precisamos mais aprender a votar, a gente precisa é de opção política.

Absurda essa conduta político-coercitiva de retaliação, é passional e doentia, mas inegavelmente tão forte que até o pipoqueiro tem que ser partidário sob pena de perder seu ponto de venda.

Auto indulgência:"não ganhei por pouco";"fiz o meu melhor";"não vi que era você";"pior se eu não pagar nada"; "tudo eu";"esqueci";"não sabia de nada".

Você acha realmente que o Brasil lê muito?Porque ler é uma coisa, apreender é outra...

Lobisomens, vampiros e zumbis existem, estamos com eles todo o dia, tem até quem se apaixona por eles! Deviam ser obrigados a usar crachá!

Por que toda vez que perco tempo pensando na evolução humana, fico deprê?

No nazismo, mediam os crânios pra dizer quem era ou não ariano, aqui contam quantos alunos freqüentam a sala de aula pra dizer que estão aprendendo.

É corriqueiro confundir ensino de qualidade com estatística de qualidade...

O patrão atrasa o salário quando quer, mas diz para o empregado: "sua obrigação é vir trabalhar. Está sem dinheiro? Faz um empréstimo! "

Não ter pressa pra nada, não ficar chateada com besteira, não provocar em si frustrações, nem ficar discutindo o sexo dos anjos...só viver.

Vazio de significância: "...estou apenas tentando contribuir para o bem estar social e o interesse público..."

Sei não viu, tenho que começar a concordar com a Morte ... Será que tem frete pra Samarra? É muito longe?