CINQUENTA ANOS

Há quarenta anos, vivo imaginando o viver. Ainda não construi a imagem ideal, creio que em mais quarenta anos ainda não terei conseguido.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Varanda Indiscreta



Percebo a progressiva formação de feudos em todas as camadas sociais, nas empresas e nas instituições, onde alguns posam como reis e outros como vassalos. Da minha varanda, deitada na rede, observo os carros, as motocicletas, as bicicletas, os catadores de papéis e os pedestres disputando o cada vez mais minguado espaço da avenida. Aparentemente todos caminham na mesma direção.